Pizzas Alentejanas

30-04-2017

Já há algum tempo que me apetecia uma boa pizza, então este sábado resolvi ir ao melhor restaurante de pizzas da Quinta do Conde.
Posso afirmar isto porque já os testei a todos:
- A telepizza é a telepizza (fast food feita à pressa com mais massa que recheio e a fazer concorrência ao desleixo do MacDonalds). 
- A Pizza da Quinta não é má, mas ouvi dizer que já foi melhor. Quando lá fui já se tinham tornado forretas ou estavam com falta de ingredientes e estavam a racioná-los nesse dia, porque aquilo que me serviram foi quase uma bolacha com meia dúzia de coisas em cima. Já para não falar no pão de alho que não é nada mais nada menos que mais massa de pizza... (Nada como uma boa baguete senhores, não inventem o que já foi inventado!).
- O Don Quixote é tudo o que alguém pode querer numa pizza. É a verdadeira pizza italiana feita por italianos. Mas o meu estômago é muito esquisito com aquilo que lhe apetece (tem vida própria). E definitivamente não gostou do que comeu. As minhas papilas gostativas amaram, mas ou agrado a todos ou não como. Fiquei com muita pena, mas deu-me muita dor de estômago...


O que nos leva às Pizzas Alentejanas. Da primeira vez que lá fui, fui muito bem recebida, é uma equipa jovem e bem disposta, o pão de alho é muito bom e as pizzas são maravilhosas e há para todos os gostos.
Ontem fomos surpreendidos com umas entradas (claro que não são oferta) mas era mesmo isso que me estava a apetecer, eu queria pizza, mas também queria outra coisa, e acertaram 'na muche'.
Trouxeram uns paezinhos caseiros ainda quentinhos, que como se pode ver na foto ataquei logo com o queijinho fresco (sou péssima a lembrar-me de tirar fotos, a fome fala sempre mais alto) e azeitonas temperadas, choco frito muito mas muito bom e umas bolinhas que deduzo serem de farinheira ou algo parecido também muito boas.
Como comemos pizza tivemos direito a dois paezinhos de alho com queijo e depois escolhi a pizza serrana (presuuuunto...).
Confesso que quando se entra é um pouco estranho com tanto branco, mas depois a gente habitua-se... E afinal não vamos lá não é para comer?!
Não é à toa que passou a ser a minha pizzaria de eleição.